quinta-feira, 13 de maio de 2010

PaLhAçaDaS EM BraNCo




Ah se os palhaços doa-sem
SuaS risadas seriam empacotadas
E um Martírio paralisado por mala-bares
Vestes tua unica mascara um circulo vermelho

Das MaiS Variadas és tua as palhaçadaS
Te convido para a festa, embora tu empresta
Seu sorriso me encanta, seu gingo eu danço
Na noite Vazia Sou Eu Que te Espia!


Nariz VErMelho
Botão aCeso MaÇã RoSada
oLhos esbUgalHad0s cabElos piNtadoS
Sou eu Na vaRanDa
TroCando FiguRinhas por suAs riSadAs...


Qual Palhaço Mora no seu Terraço?...





4 comentários:

May. disse...

auuhahuaha
lindo :O)

Maria Luíza disse...

O meu palhaço, não é de graça, é irônico, tem mudança brusca de humor, mas é de verdade! (:

Eiii escritor de primeira, me abandonouuu, sumiu meermo. seu bandoleiro, só com esse blog agora, o outro excluir por razões pessoas, há uma complexada que não me deixa em paz. ¬¬'

beeeeeijo sumidoo, agora é sumido mesmo.

Stefânia de Moraes Diniz disse...

aaaaaaaaaah
'o palhaço pena, qndo cai o pano e o pano cai"
:o)

Alcinéia Marcucci disse...

Estou admirada com o seu blog! não imaginava que um cara tão descontraído e brincalhão sobesse manipular as palavras de forma tão profunda e expressiva!!!!!!!
Parabéns!
Beijos meu amigo maluco, e pena que agora, te vejo apenas no mundo virtual!